Transformações no Jardim Três Marias completam um ano

Região foi contemplada em agosto de 2019 com importantes conquistas, como a entrega de 1,2 mil escrituras e a inauguração de Praça-Parque

Há um ano, o Jardim Três Marias, na região do Cooperativa, passou por grande transformação. Em agosto de 2019, o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, esteve no local para fazer a entrega de mais de 1.200 escrituras. A ação foi feita por meio do programa “A Casa é Minha”, desenvolvida por sua gestão. Na ocasião, também inaugurou uma Praça-Parque, a 23ª unidade da iniciativa inovadora. Para celebrar a conquista tão importante para o bairro, o chefe do Executivo visitou o local nesta segunda-feira (24/08).
 
“É muito bom ver como políticas públicas bem empregadas transformam a vida de uma população. Há um ano, fizemos a entrega de mais de 1.200 escrituras. Mais do que ter a casa própria, esses moradores contam com segurança jurídica. Com o documento, o título da propriedade está assegurado e o futuro das crianças também”, afirmou o prefeito Orlando Morando, que fez questão de ressaltar o bom resultado desta iniciativa que, até o momento, regularizou mais de 11 mil moradias na cidade.
 
O Jardim Três Marias, como qualquer área afastada do centro, também sofria com a falta de espaços de lazer. Com a entrega desta unidade, crianças, jovens e adultos ganharam um local para a prática esportiva e de lazer. Conta com área total de 1.450 m², esta Praça-Parque conta com de bancos, mesas e papeleiras, quadra de basquete de rua, pista de caminhada, academia ao ar livre, playground, pintura, fechamento em gradil e o plantio de 21 árvores nativas. “Agora as crianças têm onde brincar, com muita segurança e conforto. A praça está bem conservada. A população quando se empodera de um espaço, cuida muito bem”, disse.
 
NOVA VIDA – A moradora Fabiana Moreira Rafael da Silva, de 37 anos, ainda se lembra com emoção do dia que recebeu a escritura de sua casa. “Mudar para o Conjunto Três Marias foi uma grande alegria, já que eu morava em uma área de risco. Mas ainda havia muita insegurança, pois não tinha o documento. Agora eu tenho um papel que confirma que a casa é minha. O futuro dos meus filhos está garantido”, disse.
 
Fabiana estava na Praça-parque com os filhos Débora, 10 anos, Davi Antônio, 5 anos, e Derek Salomão, 2 anos. E sabe bem da importância de se ter um espaço seguro para brincadeiras e lazer. “Não temos muito espaço em casa e a rua não é um bom local para as crianças brincarem, é muito perigosa. Além de estar bem cuidada, a praça também é cercada, o que traz mais segurança”, disse.