Ribeirão Pires divulga cronograma de vacinação para pessoas com comorbidades

Imunização inicia a partir desta terça-feira e grupos terão que apresentar documentação específica antes de serem vacinados

Ribeirão Pires inicia amanhã, dia 11, a imunização das pessoas com comorbidades contra a Covid-19. A imunização ocorrerá em formato drive thru ou para pedestres, no Complexo Ayrton Senna (Avenida Prefeito Valdírio Prisco, 193), das 8h às 16h.

Nos dias 11 e 12 de maio, serão imunizados pacientes com Síndrome de Down (18 a 59 anos), pessoas transplantadas imunossuprimidas (18 a 59 anos), gestantes e puérperas com comorbidades (A partir dos 18 anos) e pessoas com deficiência permanente beneficiárias do BPC (50 à 59 anos). A partir de quinta-feira, dia 13, será a vez das pessoas com as demais comorbidades.

Para a vacinação, será necessário a apresentação de uma declaração médica contendo a descrição da condição de saúde do paciente e o CID-10. As pessoas com deficiência permanente e as gestantes e puérperas, também terão que apresentar uma documentação específica.

Já as pessoas em terapia renal substitutiva, devem tomar a vacina no Município onde realiza a hemodiálise.

Confira abaixo os grupos aptos a vacinação e a documentação necessária:

Pessoas com Síndrome de down (18 a 59 anos) – Documento de identificação – CPF e comprovante de residência

Pessoas Transplantadas Imunossuprimidas (18 a 59 anos) – CPF, comprovante de residência e Declaração médica contendo o CID indicando condição de saúde

Gestantes (a partir dos 18 anos) em qualquer idade gestacional e puérperas (45 dias após o parto) com comorbidades – CPF, comprovante de residência, Autorização/recomendação médica: considerando risco benefício, com dados de identificação (Idade gestacional, nome do médico, CRM).
Comprovante de condição de risco (exames, receitas, relatório médico) e assinatura do termo de consentimento antes da aplicação.

Pessoas com deficiência Permanente beneficiários do BPC (50 à 59 anos) – CPF, comprovante de residência e comprovante do recebimento do benefício de Prestação Continuada de Assistência Social (BPC) ou laudo médico que indique a deficiência; Cartões de gratuidade no transporte público que indique a condição de deficiência; documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento a pessoas com deficiência; documento oficial de identidade com indicação da deficiência ou qualquer outro documento que indique se tratar de pessoa com deficiência.

Pessoas com comorbidades (55 à 59 anos) a partir do dia 13/05 – CPF, comprovante de residência e declaração médica contendo o CID, indicando a condição de saúde do paciente

Pessoas com comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde, inclui-se:

Diabetes mellitus
Hipertensão Arterial resistente
Hipertensão Artéria estágio 3
Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo
Obesidade mórbida
HIV
Doença cerebrovascular
Doença renal crônica
Imunossuprimidos
Anemia falciforme
Cirrose Hepática
Pneumopatias crônicas graves
Doenças Cardiovasculares
Insuficiência Cardíaca
Cor-Pulmonale e Hipertensão Pulmonar
Síndrome Coronarianas
Valvopatias
Miocardiopatias e Pericardiopatias
Doença da Aorta, dos Grande Vasos e Fístulas arteriovenosas
Arritmias Cardíacas
Cardiopatias Congênitas no Adulto
Próteses Valvares e dispositivos cardíacos implantados