Rubinelli e Cachorrão entram com representação no MP por omissão de informações sobre o combate ao coronavírus em Mauá

Paula Cabrera

Os vereadores Fernando Rubinelli (PTB) e Adelto Cachorrão (Republicanos) entraram com uma representação no MP (Ministério Público) contra a administração do prefeito Atila Jacomussi (PSB) diante da pandemia do coronavírus. A representação tem como base a reportagem do JNC que afirma que servidores do Santa Lídia trabalham sem EPIs e com demanda maior de enterros por mortes suspeitas de coronavírus, apesar de a Prefeitura de Mauá não divulgar dados de mortes suspeitas na cidade. Segundo servidores contatados pela reportagem, o número de enterros em casos suspeitos de covid-19 são pelo menos dois ao dia, a cerca de dez dias. Mauá confirmou uma nova morte nesta terça-feira (14/4), somando três no total.
O MP já acatou o pedido dos parlamentares, em mensagem dessa terça-feira, o promotor João Henrique Ferreira Pozzer informa “que as 6ª e 9ª Promotorias de Justiça de Mauá instauraram inquérito civil n. 14.0334.335/2020, em regular tramitação, para acompanhar as medidas adotadas pelo Município de Mauá para o controle e prevenção da proliferação do novo Coranavírus, no qual estão sendo adotadas providências com o objetivo de intensificar as ações do Poder Público para o enfrentamento da doença Covid-19”. O promotor explica que a representação ros parlamentares “será juntada ao mencionado expediente”, afirma.
Na representação, os parlamentares afirmam que a possível subnotificação de casos pode provocar queda nos índices de isolamento social e possível maior proliferação da doença pois as pessoas poderiam se iludir com a possibilidade e “tocar sua vida cotidiana nos mesmos moldes de outrora”. Cabe destacar que Mauá é uma das únicas cidades do ABC que não divulga internações e mortes suspeitas. O JNC solicitou em mais de uma ocasião número de mortes suspeitas e internações na rede municipal, sem receber retornos. “Não se pode permitir que um administrador público mantenha o povo na escuridão e munido de informações erradas acerca dos acontecimentos, sobretudo neste momento da pandemia”, dizem os vereadores no documento.
Você pode conferir a matéria completa que resultou na representação clicando aqui: //jnconline.com.br/maua-confirma-duas-mortes-enterros-de-casos-de-mortes-suspeitas-teriam-disparado-no-santa-lidia/