Atila poda árvore sadia no Paço e causa polêmica nas mídias sociais

Administração cortou árvore do estacionamento do teatro alegando que ela estava doente; servidores do Meio Ambiente contestam informação

Paula Cabrera com agências

A administração do prefeito Atila Jacomussi ( PSB) se envolveu em mais uma polêmica nesta semana. Desta vez, a poda de uma árvore no estacionamento do Teatro Municipal de Mauá gerou críticas por parte de munícipes nas redes sociais e também por quem passava pelo local. A espécie da árvore exótica é a fícus que foi cortada praticamente na raiz, sem qualquer indício de necessidade, segundo um especialista ouvido pelo JNC.
“Há alguns aspectos a serem observados para definir se a árvore está em risco. Não existe uma precisão, mas combinamos a localização o alvo (exemplo, uma escola), condições de saúde da árvore. A saúde observamos as folhas, as raízes (se estiver com solo próximo a base elevado), se há fungos na sua base, a folhagem. Pela foto a árvore estava ok, a madeira parece estar inteira, não parecia estar com fungos, brocas ou cupins”, explicou o profissional que preferiu não se identificar.
A Prefeitura alegou que a decisão partiu por problemas fitossanitários, no entanto, um profissional da Secretaria do Meio Ambiente negou a situação. Para a reportagem, o servidor revelou que o melhor caminho para confirmar que o corte foi irregular seria pedir que a Prefeitura apresentasse um laudo assinado sobre a Saúde da árvore e, mesmo assim, “se apresentarem, dependendo de quem fez eu não confiaria”, afirmou ele, sugerindo que há possibilidade de garantir o desmate de área dentro da secretaria por meio de auxílio de profissionais que deveriam proteger o meio ambiente.
O corte foi filmado por alguns moradores e divulgado como protesto à ação da Prefeitura nas redes sociais. Um dos vídeos foi publicado na segunda-feira (19/8). Nas imagens, um munícipe destaca que era uma árvore saudável e que não oferecia risco para nenhum pedestre ou motorista que transitava por lá. “Queria entender o motivo desse corte. Qual era a doença dessa árvore. Uma árvore nova, sadia. Cadê a gestão que cuida do meio ambiente?”, questiona responsável pelo vídeo, que passava de carro e resolveu parar para ver a situação. “Olha o que fizeram”, comenta, indignado.
Ainda no local, o morador destaca que existem outros troncos cortados e que isso foi feito há pelo menos um ano. Ele acredita que as demais árvores existentes no estacionamento também serão cortadas. A informação foi confirmada pelo servidor ouvido pelo JNC. Ele disse ainda que o local servia como morada para diferentes espécies de pássaros, que devem sofrer diretamente com a decisão. “Não duvido que havia ninhos”, disse, completando que a árvore até tem chances de crescer novamente, mas que a decisão da administração de Atila não parece ser esta. Segundo o profissional, todas as árvores do Paço passam por estudos, que garantem sua saúde, essa também possuo todos os laudos, com informações sobre idade e saúde, que deveriam assegurar que ela não representaria nenhum risco.

No final da tarde desta sexta-feira (21/8), a foto de um tucano sobre um carro no local onde ficava a árvore também rivalizou nas mídias sociais, mostrando que a decisão deve causar impacto ambiental na área.
Como medida de compensação, a administração municipal garantiu para um grupo de protetores ambientais que serão plantadas oito árvores. E também prometeu a recuperação do Jardim Japonês, que fica ao lado do local.