Atitudes sustentáveis são essenciais durante período de isolamento

BRK Ambiental alerta para a necessidade de consumo consciente e descarte correto do lixo

Os meses em que parte da população adotou medidas de isolamento para conter o crescimento do contágio pelo Coronavírus acabaram servindo para reforçar a importância da adoção de atitudes sustentáveis no dia a dia. 

Comportamentos que vão desde a necessidade do consumo consciente até a forma adequada do descarte de resíduos para não comprometer as redes de esgoto entraram em pauta. Isso porque as boas práticas de higiene e, principalmente, a mudança de hábitos se tornaram fundamentais para ajudar a conter a pandemia.


Apesar de as formas de transmissão ainda serem amplamente estudadas pela comunidade científica, já se sabe que a disseminação da doença ocorre de pessoa para pessoa, seja por meio de contato físico (abraços, aperto de mão ou toque), seja por troca de secreções (tosse, espirro, saliva etc.) ou pelo contato com objetos já contaminados (quando posteriormente, a pessoa leva as mãos ao rosto, especialmente boca, nariz e olhos).


Mesmo com as ações de flexibilização, boa parte da população permanece sem sair de casa, o que exige cuidados de higiene redobrados e atividades domésticas mais intensas. Portanto, a BRK Ambiental, empresa responsável pelos serviços de esgoto em Mauá alerta que é fundamental também higienizar bem os alimentos e embalagens, basta uma solução de uma 1 colher de sopa de água sanitária em 1 litro de água, após a lavagem dos itens com água e sabão neutro. A recomendação é deixar o alimento de molho por 10 minutos.


Atitudes conscientes são muito importantes neste período e atenção extra é necessário, já que a presença das pessoas todo o tempo em casa durante a quarentena, significa também redobrar os cuidados com o descarte de alimentos, lixo ou outros resíduos indevidos.

“Sabe aquele resto de comida que foi jogado na pia da cozinha? E aquele papel higiênico descartado pelo vaso sanitário? Tem ainda o óleo de cozinha que em vez de ser reaproveitado foi lançado no ralo. Todos estes resíduos que, em algum momento, foram – erroneamente – destinados para a rede de esgoto podem gerar algum tipo de problema, seja no entupimento das ligações ou das redes, no extravasamento das tubulações e até em retorno de esgoto para dentro dos próprios imóveis”, alerta Edi Bortoli, Diretor Regional de Operações da BRK em Mauá.

A empresa informa ainda que o descarte irregular de resíduos nas redes de esgoto é responsável por entupimentos e vazamentos de esgoto que implicam riscos à saúde e ao bem-estar de todos. “São atitudes conscientes que precisaram ser reforçadas na pandemia, mas que devem ser uma mudança de comportamento” – explica Edi.