Lanches criativos e nada de biscoito recheado na lancheira: dica de especialista

Final de janeiro, começo de fevereiro, fim de férias. A meninada tá toda se preparando para voltar às aulas. Os pais também. É aquela correria para arrumar uniforme e material escolar. Mas, e a lancheira? Você se preocupa com o que seu filho come na escola ou leva de lanche?

A gente sabe que é difícil pensar em lanches criativos e diferentes todos os dias. A nutricionista Thaís Werneck dá a dica: é importante pensar nos grupos alimentares, colocar sempre uma fruta, um carboidrato, como uma tapioca, e uma proteína – um ovo ou um frango num sanduíche, por exemplo.

Biscoito recheado e suco de caixinha super adoçado, nem pensar! Ela lembra que hábitos alimentares saudáveis devem começar cedo. E o exemplo, vem de casa.

A servidora pública Natália de Assis aprendeu a lição na prática. Quando a creche do filho mudou o cardápio, foi lá questionar. E diante da justificativa, foi firme: mudou a criança de escola.

Ela ainda aconselha outros pais a fazerem o mesmo. Se interessarem pela alimentação escolar dos pequenos.

Para quem tá começando nesse universo alimentar infantil, a sociedade Brasileira de Pediatria tem um manual de lancheira saudável. Em alguns estados, a ajuda é maior: já existem leis proibindo a venda de frituras e comidas muito processadas nas cantinas.

Ouça o áudio!!!