Prefeito Orlando Morando inicia transformação do Hospital de Urgência em referência contra o Coronavírus

Complexo hospitalar vai ser inaugurado até o fim do mês, oferecendo 250 leitos para o tratamento do Covid-19, em plano prioritário do município

A Prefeitura de São Bernardo dará mais um importante passo na batalha contra o Coronavírus e transformará o Hospital de Urgência (HU) em unidade de referência para o tratamento da doença na cidade, em uma medida prioritária anunciada pelo prefeito Orlando Morando.

Com previsão de ser inaugurado até o fim do mês, o Hospital de Urgência (HU), localizado na Rua Joaquim Nabuco, n° 380, Centro, atenderá, durante a pandemia, exclusivamente pacientes infectados pelo Coronavírus, que serão encaminhados pelas demais unidades de Saúde. No total, serão ofertados 250 leitos, sendo 80 deles de Terapia Intensiva.

“Oferecemos a estrutura do HU, que está 100% concluída, para o Ministério da Saúde e Governo do Estado logo no início da pandemia do COVID-19 e, agora, fomos contemplados. Nosso objetivo é equipar o hospital o mais breve possível para oferecer atendimento de qualidade à população contaminada. No total, vamos oferecer mais 350 novos leitos, sendo 109 de UTI, somando os que vamos abrir no Hospital Anchieta e outros 10 de Terapia Intensiva no Hospital de Clínicas. Vamos usar nossa capacidade máxima, com toda nossa estrutura de Saúde para amparar a nossa população”, explica o prefeito Orlando Morando. O chefe do Executivo, inclusive, foi diagnosticado com o vírus em 25 de março e segue em recuperação.

A aquisição de equipamentos necessários para o tratamento do Coronavírus no HU contará com auxílio financeiro de R$ 25 milhões do Governo Federal e outros R$ 16 milhões do Governo do Estado. A liberação das verbas foi autorizada após processo que teve a articulação da deputada estadual Carla Morando.

INVESTIMENTO – A Prefeitura de São Bernardo investiu R$ 127,6 milhões na construção do Hospital de Urgência. “Nosso objetivo é que, futuramente, o HU substitua o PS Central no atendimento de urgência e emergência e de cirurgias de baixa complexidade, no entanto, durante a crise do COVID-19, vamos manter os dois equipamentos”, reforça o secretário da Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho.

HOSPITAL ANCHIETA – Além do Hospital de Urgência, São Bernardo também disponibilizará o Hospital Anchieta (HA), localizado na Rua Silva Jardim, 470, Centro, como unidade de referência para o tratamento do COVID-19. Com valor aproximado de R$ 6 milhões, a obra está em período de contratação e será custeada pelo tesouro municipal. A nova estrutura estará preparada para ofertar 100 leitos, dos quais 19 serão de UTI.

Atualmente, o HA atende aos pacientes com câncer, com sessões de quimioterapia e tratamento ambulatorial. Durante a pandemia, os munícipes serão acolhidos no Hospital de Clínicas, sem prejuízo em seus tratamentos.

ESTRUTURA – A rede de Saúde de São Bernardo já conta atualmente com 155 leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) de UTI que também estão sendo usados para tratar pacientes com sintomas mais graves do Coronavírus, como infecção pulmonar e falta de ar.