Programa de testagem domiciliar contra o coronavírus já registra mais de mil chamados em São Caetano

Iniciado em 6 de abril, o programa de testagem domiciliar, estratégia de São Caetano do Sul para conter a transmissão do coronavírus, já registra 1081 chamados de moradores, com 233 auto coletas de materiais para exames (destes, 26 com resultado positivo para covid-19). A iniciativa é exclusiva para pessoas com sintomas (febre, tosse, coriza, etc), e visa o diagnóstico precoce da doença e a diminuição da exposição de munícipes e profissionais de Saúde ao vírus, já que a auto coleta é realizada em casa.

O programa é uma parceria da Prefeitura com a USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul), e tem o apoio da USP e da General Motors. Os chamados são registrados por dois canais: o site coronasaocaetano.org e o Disque Coronavírus (0800 774 4002), onde os moradores devem informar os dados pessoais e os sintomas.

O cadastro é avaliado e alunos do 5º e do 6º ano do curso de Medicina da USCS ligam para o morador em no máximo 24h para complementar as informações. Após este atendimento, é decidido se o paciente será monitorado ou se já será enviada equipe para entregar o kit de auto coleta em sua casa.

Antes da visita do aluno e do agente do PSF (Programa Saúde da Família – devidamente identificados e com luvas, máscaras e outros equipamentos de proteção individual), o morador recebe um vídeo explicativo para realizar a auto coleta, que consiste na retirada de secreções das narinas e da garganta por dois cotonetes.

O material coletado é levado para o Instituto de Medicina Tropical da USP. O resultado fica disponível em até 48 horas, e é enviado para o paciente por WhatsApp ou SMS. A GM emprestou 18 carros para a Prefeitura utilizar no programa.

“Assim temos uma intervenção mais rápida, com diagnóstico precoce, e isolamos o morador com síndrome gripal (que pode ser um indicativo de covid-19), diminuindo a exposição dele a outras pessoas e dos profissionais de Saúde aos riscos de transmissão do vírus”, destaca o prefeito José Auricchio Júnior.

A iniciativa de São Caetano, pioneira no País, atraiu a atenção da grande mídia nacional, com reportagens veiculadas em telejornais da TV Globo e do SBT, entre outras emissoras e veículos de comunicação, contribuindo para o conhecimento da população.

Por Mark Ribeiro | Fotos: Eric Romero / PMSCS