Irã admite ter derrubado avião ucraniano com 176 pessoas

Segundo o jornal New York Times, o governo iraniano alegou que o Boeing 737 foi abatido por engano logo após decolar do aeroporto de Teerã

O Irã admitiu na madrugada deste sábado (11) ter derrubado por engano um avião ucraniano na última quarta-feira. A aeronave levava 176 pessoas de sete nacionalidades que não sobreviveram. A informação é do jornal New York Times.

Segundo o governo iraniano, o ataque ‘não foi intencional’ e teria sido causado por ‘erro humano’. A aeronave teria se aproximado de uma base da Guarda Revolucionária Iraniana.

O ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, em sua conta no Twitter comentou a recente revelação. ‘Um erro humano provocado pela ação aventureira dos Estados Unidos levou ao desastre. Lamentamos profundamente. Desculpas e condolências ao nosso povo, às famílias de todas as vítimas e outrtas nações afetadas’, disse.

Do R7, com agências internacionais