Cantora gospel do ABC, Fabiana Anastácio, morre de covid-19

Fabiana morava em São Bernardo e era também pastora, assim como o marido; ela deixa três filhos

Paula Cabrera

Morreu nesta quarta-feira (4/6) a cantora gospel e pastora da Assembleia de Deus, Fabiana Anastácio, de 45 anos. Nascida e criada entre as cidades de Santo André e São Bernardo, ela foi vítima de covid-19 e sua morte gerou comoção nas redes sociais onde possui mais de 1 milhão de seguidores.
Fabiana estava internada há uma semana, na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) de um hospital de São Paulo após apresentar sintomas da doença, principalmente dificuldade para respirar. Uma vaquinha online estabelecida pela família chegou a arrecadar R$ 15 mil para ajudar no tratamento da cantora.
No fim de maio, antes de ser internada devido ao coronavírus, a cantora chegou a fazer uma transmissão ao vivo para os fãs e, mesmo após a internação, a família chegou a divulgar um novo clipe nas redes sociais. “Foi difícil tomar a decisão de lançar esse clipe da canção ‘Deixa Comigo’ hoje, pelo fato da cantora Fabiana Anastacio estar hospitalizada por causa do COVID-19. A situação dela é estável e recebendo todos os cuidados necessários para logo voltar ao seu lar. Em conversa com o Pr. Rubens, esposo da Fabiana, entendemos que seria necessário lançar o clipe, exatamente por causa do momento dela, confiando naquilo que é o título da canção. “Deixa Comigo” não é somente o título da canção, mas a nossa declaração de confiança naquele que tudo fez, faz e ainda fará nas nossas vidas através da voz da nossa amiga/pastora/cantora Fabiana Anastácio”, diz o texto.
Fabiana lançou o primeiro disco em 2012, intitulado “Adorador”. “Adorador 2 – Além da Canção” (2015) e “Adorador 3 – Além das Circunstâncias” (2017). A artista ficou conhecida pelo louvor ‘Adorarei’, tendo mais de 68 milhões de visualizações no YouTube.
A artista era casada com o pastor Rubens Nascimento, e tinha três filhos.