Diretor do Sindserv morre de covid-19

Cacá estava há 43 anos na Prefeitura e 25 no sindicato

Paula Cabrera

Mauá perdeu mais um servidor na luta contra o coronavírus. O diretor do Sindserv (Sindicato dos Servidores de Mauá), Carlos Alberto Gaeta, o Cacá, faleceu nesta terça-feira (16/6) aos 62 anos de idade, 43 anos como funcionário da Prefeitura de Mauá, lotado na Secretaria de Obras, e 25 anos de Sindserv.
Segundo amigos, o agravamento do quadro doi muito rápido. Cacá teria sido internado na segunda já com dificuldades respiratórias e a evolução da doença foi fatal.
Segundo a entidade, “Cacá foi secretário-geral do Sindserv e um dos grandes defensores dos direitos dos funcionários públicos de Mauá. Teve atuação ativa e relevante durante a elaboração do Estatuto dos Servidores e do Regulamento em 2002, da Greve de 2003 e da reforma do Estatuto em 2006. Desde sempre foi fundamental nas negociações da Campanha Salarial e na luta pela categoria”.
Apesar de defender o afastamento e a manutenção de home office para os profissionais, os diretores estavam, em sua maioria, se desdobrando para ajudar os servidores neste período. A maioria, segundo Jesomar Alves Lobo, presidente do sindicato, seguia prestando atendimentos. “Nosso trabalho, como sindicato, é esrar próximo e fiscalizar. Recebemos denúncias pelo whatsapp, por telefone, mas muitos preferem vir pessoalmente”, dise ele ao JNC ainda em abril.
O Sindserv lamentou a perda de Cacá nas redes sociais e por meio de nota . “Prestamos nossos respeitos, sentimentos e condolências à família e amigos.
Seu amor à missão vai nos inspirar para sempre. Descanse em paz, amigo”, diz o texto.