Alto da Boa Vista, Zaíra e Miranda seguem líderando casos de covid-19 em Mauá

Pesquisa da ultima sexta-feira mostra que regiões mais pobres possuem maior número de confirmações

Paula Cabrera

A Prefeitura de Mauá divulgou na última sexta-feira (16/5) um novo relatório com o número de casos de coronavírus por regiões da cidade e, novamente, os bairros mais pobres foram os que registaram o maior número de ocorrências de covid-19. Na data da divulgação, Mauá possuia 250 casos confirmados e 38 óbitos.
Por regiões, Alto da Boa Vista, Zaíra e Miranda somam 58 ocorrências, 21 a mais do que o registrado na sexta anterior (8/5). Na sequência aparece a região formada pelos bairros Vila Assis,Vila Vitória, Anchieta, Pedroso, Jardim Camila, Vila Mercedes e Vila Noêmia, também com 35 confirmações, dez a mais do que o número anterior.
Jardim Rosina, Santa Cecília, Cerqueira Leite, Magini, Oratório e Paranavaí tem 33 confirmações, oito a mais do que há uma semana.
Parque São Vicente, Jardim Araguaia e Residencial Isabela possuem 23 casos, o que mostra uma desaceleração na contaminação desses bairros. Foram apenas dois novos registros nesta semana.
Esperança, IV Centenário, Itapeva, Jardim Camargo e Adelina também registram índices idênticos de casos e desaceleração. Na semana passada, os bairros tinham 21 casos cada um.
Outras duas regiões somam 40 casos, sendo 20 para cada, nos bairros Vila América, Campo Verde, Jardim Mauá l, Vila Falchi, Jardim Aracy, Vila Claudia e os bairros Jardim Maringá , Vila Ana, Bom Recanto, Jardim Olinda, São João, Alvorada e Canadá. Foram cinco novas notificações em cada região.
A região do Parque das Américas, Santa Lídia e Salgueiro soma 17 casos, três novas confirmações em uma semana.
Na sequência aparece a região formada por Jardim Cruzeiro, São Gabriel, Feital, Chácara Maria Francisca, Itaussú e Jardim Éden, com 12 positivos para covid-19, alta de dois positivos.
O centro tem cinco confirmações, entre os bairros Vila Bocaina, Guarani e Vila Dirce, duas a mais do que na última semana. Erroneamente, essa reportagem havia noticiado oito casos na semana passada, quando o correto seria três.
Por fim, os núcleos Chácara São Braz, Recanto Vital Brasil e Chácara do Carneiro e Sônia Maria e Silvia Maria seguem com dois casos cada região, sem novas notificações.
Os bairros de Capuava, Vila Carlina e Sertãozinho não possuem nenhuma ocorrência.