Toyota e Dura Automotive suspendem atividades

Fábricas paralisam linha de produção até 4 de abril

Das agências

Nesta quarta-feira (24/03) a Toyota, de São Bernardo, e a Dura Automotive, de Rio Grande da Serra confirmaram que vão suspender a produção por conta covid-19. A suspensão deve durar, pelo menos, até 4 de abril.
Somente na Toyota de São Bernardo trabalham 1.230 pessoas, sendo 580 na produção e 650 no setor administrativo. Com isso passa de 22 mil o número de metalúrgicos que vai deixar de circular durante a semana do feriadão e a recomendação é para que fiquem em casa. Volkswagen, Scania e Mercedes-Benz são as outras montadoras que aderiram. O sindicato espera a adesão de outras empresas do segmento de autopeças