Morre Felipe Magalhães, candidato pelo PT em Ribeirão Pires

Petista tinha 39 anos e sofreu duas paradas cardíacas neste sábado

Paula Cabrera

Morreu na manhã deste sábado (17/4) Felipe Magalhães, professor e ex-candidato a prefeito de Ribeirão Pires pelo PT nas últimas eleições.
Felipe Magalhães teria sofrido um ataque cardíaco fulminante e não resistiu. O petista tinha 39 anos, era casado e pai de três filhos. Nasceu e sempre viveu em Ribeirão Pires. Ele era professor da rede privada de ensino, dando aulas no Externato Santo Antônio e era formado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP) com pós-graduação na Fundação Getúlio Vargas.
Felipe Magalhães foi assessor de 
gabinete do então prefeito Osvaldo Dias (PT), em Mauá, quando foi diretor de planejamento e secretário-adjunto de Planejamento e Orçamento Participativo de Santo André. Ele era genro do ex-vereador de Mauá, Rogério Santana (PT).

Comunicado Oficial

A Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Saúde, confirma que Felipe Magalhães de 39 anos, veio a óbito na manhã deste sábado, 17 de abril.

Felipe deu entrada na UPA Santa Luzia as 11:38, consciente, com dor precordial e foi prontamente atendido. Porém, sofreu uma parada cardíaca e mesmo diante dos esforços da equipe, não resistiu.

Prestamos toda a solidariedade a família nesse momento difícil.