Consórcio ABC reitera pedido ao Governo do Estado sobre critérios para envio de vacinas

Assunto foi deliberado em assembleia extraordinária do colegiado de prefeitos

Da Redação

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC vai reiterar pedido ao Governo do Estado sobre o critério utilizado para a divisão das doses de vacinas contra Covid-19 enviadas para cada município. O assunto foi deliberado nesta sexta-feira (4/6), durante assembleia extraordinária do colegiado de prefeitos.
De acordo com levantamento feito pela entidade regional, houve no Grande ABC variação significativa entre o número de doses enviadas em relação ao que foi estimado com base no critério populacional.
Conforme estimativas de população informadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pelo Tribunal de Contas da União (TCU), também disponíveis no sistema de indicadores do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSus), houve envio de 30% a 40% a menos de doses em alguns casos.
O colegiado de prefeitos solicita que seja informado qual o critério utilizado para a divisão das doses enviadas para cada município, informando se foi usado o critério populacional ou outro equivalente, e se o mesmo critério será utilizado para o envio dos próximos lotes de vacinas. 
“A vacina é a única arma efetiva para vencermos a guerra contra o vírus. As prefeituras do Grande ABC estão realizando um trabalho intenso para imunizar a nossa gente, protegendo cada vez mais munícipes e salvando vidas”, afirmou o presidente do Consórcio ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra.