Rio Grande da Serra e Santo André confirmam que não reabrirão escolas

Com isso, apenas Diadema e Ribeirão Pires ainda podem reabrir colégios em 8 de setembro

Das agências

A Prefeitura de Rio Grande da Serra decidiu não retornar com as aulas presenciais neste ano. O prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (Cidadania) , anunciou por meio de suas redes sociais nesta quinta-feira (30/7) a decisão de que as escolas da cidade não retomarão as aulas. “Não retomaremos as aulas devidos a vários fatores. O principal deles é sem dúvida a proteção a vida das nossas crianças, seus familiares e nossos professores. Temos apoio da maioria dos pais”, declarou em vídeo.

De acordo com a prefeitura, o município tem atualmente 1.968 alunos matriculados entre 0 e 5 anos. A medida só vale para a rede municipal de ensino e a decisão foi tomada após realização de enquente por Whatsapp e e-mail. O resultado apontou que 80% dos pais e responsáveis não eram a favor do retorno das aulas presenciais ainda em 2020.

Além de Rio Grande, Mauá e agora Santo André também anunciou a mesma medida. Mauá saiu na frente na decisão de não retomar esse ano letivo após pesquisa nas mídias sociais. Santo André fez o mesmo.
São Bernardo e São Caetano anunciaram que não devem reabrir os colégios dia 8 de setembro, como projeta o governo do Estado. As demais cidades da região ainda estão discutindo quais atitudes serão tomadas.
Mauá possui cerca de 20 mil alunos em 45 escolas de educação infantil, sendo 42 municipais e três conveniadas, ou seja, os alunos possuem entre zero e 5 anos.
Tanto em Mauá quanto em Santo André, os índices de municípes contrários ao retorno foi de 93%. São Bernardo abriu consulta nesta quinta (30/7), com 88% dos 24 mil votos contrários à reabertura.
Em São Caetano, o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) espera conclusão de pesquisa realizada com pais, responsáveis e professores para tomar uma decisão. O prazo para coletar as respostas é hoje.
A Prefeitura de Ribeirão Pires estuda a situação e criou comitê com profissionais da educação, inclusive da rede particular, para debater assuntos. Os pais e responsáveis pelos estudantes estão sendo consultados, forma de ter a participação de toda a comunidade escolar neste processo.

Em Diadema a Prefeitura disse que o assunto é discutido junto ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, que deve promover na segunda (3/8) em assembleia de prefeitos para deliberar sobre o assunto.