MP vai investigar gestão Paulo Serra por participação de Dedé da Folha e Roncon em ato político durante expediente

Comissionados de Santo André estiveram ao lado de Manente em agenda política na última sexta-feira; informações entre políticos e prefeitura são discordantes

O Ministério Público abriu investigação contra Dedé da Folha e Gabriel Roncon por participarem em horário de expediente de ato político em Ribeirão Pires na última sexta-feira (30/4), ao lado do deputado federal, Alex Manente (Cidadania).
A investigação será realizada pela Promotoria de Santo André e analisará a conduta dos servidores que teriam participado do ato político em outra cidade durante o horário de expediente. No sábado (1/5), a administração do prefeito Paulo Serra (PSDB) afirmou que os comissionados tiraram uma “licença não remunerada” para participar da ação. Já nesta terça-feira, o jornal A Folha de Ribeirão Pires de propriedade de Dedé da Folha, afirma que o ato teria ocorrido em horário de almoço. A divergência de informações também deve ser analisada pelo MP.
Dedé e Gabriel Roncon assumiram os cargos de confiança neste ano, após suposto acordo entre o prefeito Paulo Serra e o deputado Alex Manente. A intenção seria fortalecer uma possível dobrada entre o parlamentar e a primeira-dama, Ana Carolina Serra, que tem intenção de sair a deputada estadual por Santo André. Os cabos eleitorais teriam o objetivo de angariar voto para a dupla em Ribeirão Pires.