Volpi promove discussão sobre importância do novo FUNDEB para educação

Ex-prefeito contou com participação da presidente do Sineduc de Ribeirão Pires e da secretária de Educação de Rio Grande da Serra

Paula Cabrera

O ex-prefeito e candidato à Prefeitura de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PL), participou nesta terça-feira (21/7) de uma conversa sobre a importância da aprovação do novo FUNDEB (Fundo de Desenvolvimento e Valorização dos Profissionais da Educação), com a participação das professoras Rosí de Marco, secretária de Educação de Rio Grande da Serra e Perla Freitas, presidente do Sineduc (Sindicato da Educação) de Ribeirão Pires.
“Está, neste momento, sendo votado uma PEC que poderá dar uma sobrevida ao ensino básico, transformando o FUNDEB num recurso financeiro disponível para a educação de maneira permanente e isso é fundamental para garantir a qualidade do ensino. Por isso, trouxemos para essa conversa a Perla e a Rosí”, explicou Volpi.
O FUNDEB é um dos principais mecanismos de financiamento da educação e deve ser extinto em dezembro deste ano, a não ser que seja aprovada a proposta que o torna uma política pública permanente. A medida foi aprovada, em segunda votação na Câmara dos deputados no início essa noite . “Ele garante que os municípios recebam de volta parte de impostos pagos aos cofres públicos. Cada cidade recebe um valor definido, anualmente pelo MEC (MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO), que é fixo por aluno, mas atualmente é de cerca de R$ 500”, diz Volpi.
Perla explicou ainda que o valor é fundamental para garantir recursos para o pagamento dos professores, abertura de vagas e remuneração justa. “Ele é fundamental hoje para garantir que os municípios possam pagar o piso de 40h, definido em R$ 2.057”, disse ela.
A relatora da PEC (Proposta de Emenda à Constituição), deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), que apresentou um novo parecer, após ter recebido sugestões do governo, foi muito elogiada pelo trio. “Ela está fazendo um excelente trabalho diante dessa PEC que é de fundamental importância para garantir qualidade no ensino público”, afirmou Volpi durante a transmissão.
Eles discutiram ainda o caminho do retorno das aulas em meio à pandemia do covid-19. “Lançamos, nas sete cidades, uma enquete de questionamentos sobre o possível retorno das aulas em setembro e posso dizer que a grande maioria não se sente segura em ver as crianças, neste momento, de volta às aulas”, disse Rosí, que afirmou que os secretários de Educação devem participar de uma reunião, nesta semana, no Consórcio Intermunicipal do ABC, para conversar sobre o possível retorno.
A conversa faz parte de uma série de aulas dadas pelo ex-prefeito em parceria com lideranças em diferentes frentes, para formação em políticas públicas pelo PL.