Mauá: Contas de Atila de 2017 devem ser votadas neste mês

Parecer de Finanças deve ser dado até a próxima semana; ex-prefeito articula para aprovar demanda

Paula Cabrera

A comissão de Finanças da Câmara de Mauá tem até o dia 15 para dar seu parecer sobre as contas rejeitadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) do ex-prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), referentes ao exercício de 2017, primeiro ano de mandato do socialista. Com isso, as contas devem ser colocadas em votação no plenário ainda neste mês. Participam da comissão os vereadores Eugênio Rufino (PSDB), Leonardo Alves (PSDB) e Admir Jacomussi (Patriotas). O relator, Leonardo Alves, confirmou que está com os documentos para emitir seu parecer. “O TCE emitiu parecer para rejeição das contas pelo endividamento da cidade do ano e também por uma série de questões técnicas e legais. Estou sendo muito minucioso nesse estudo”, disse o vereador ao JNC.

O vereador Admir Jacomussi é pai do ex-prefeito Atila

Nos bastidores, a aprovação das finanças do socialista tem sido discutida com parlamentares que devem se encaminhar para sua aprovação. A informação que circula é que Atila tem articulado nos bastidores acordos com os vereadores para garantir a aprovação e assim abrir caminho para concorrer em 2022 a deputado federal.

O vereador Eugênio Rufino apoiou Atila no segundo turno das eleições 2020

O ex-prefeito já teria fechado com seis vereadores – ele precisa de 16 votos para não ser condenado por improbidade administrativa.
Segundo o relator das contas no TCE, conselheiro Samy Wurman, houve “expressivo déficit orçamentário”, na ordem de 32%, “demonstrando que o orçamento foi superestimado”. Ele alertou que a administração Atila, a despeito de vislumbrar problemas de arrecadação – a peça foi formulada na gestão do ex-prefeito Donisete Braga, o governo não teria adotado mecanismos de contenção de despesas ou limitação de empenho financeiro. Os investimentos com educação também teriam ficado abaixo do previsto.

Ex-conselheiro Tutelar Leonardo Alves em Cerimônia no Gabinete de Atila

CONTAS DE 2018 AINDA NÃO FORAM PARA O LEGISLATIVO
Diferentemente do publicado anteriormente, as contas de 2018 de Atila não chegaram na Câmara. O TCE confirmou em novembro passado parecer pela rejeição no ano marcado 0or escândalos e pelas prisões do socialista. No entanto, não há prazo para que isso seja colocado em votação por enquanto.