Vanessa Damo se reinventa

Ex-deputada se prepara para as eleições municipais

Paula Cabrera

A ex-deputada Vanessa Damo (MDB), pré-candidata à Prefeitura de Mauá, vive atualmente um momento de reconstrução pessoal e política. Ela ensaia o recomeço na vida pública após ter retornado, em dezembro do ano passado, ao MDB, partido no qual foi eleita deputada em 2010, 2014 e pelo qual disputou as eleições municipais em 2012.

Vanessa tem se preparado para o pleito, voltou para a sala de aula e está cursando MBA em Relações Governamentais na FGV – Fundação Getúlio Vargas. Também continuou a defesa de temas importantes como direitos do consumidor e da mulher – bandeiras que ganharam ainda mais importância no período em que esteve afastada dos holofotes.

“Quando assumi meu primeiro mandato, aos 22 anos, prometi para mim mesma que lutaria para fazer a diferença, para dar voz a tantos que não eram ouvidos nem respeitados por seus representantes. Naquela época, eu não imaginava as vitórias que teria, nem os tombos que tomaria nessa caminhada”, diz ela.

A decisão de participar dessas eleições tomou todos de surpresa. As duas prisões do prefeito Atila Jacomussi (PSB) e o rompimento de Vanessa com o grupo político da atual administração foram fundamentais para mudar os rumos da ex-deputada. “Toda a situação de escândalos políticos envolvendo a prefeitura e atingindo frontalmente a população me causou indignação e entendi que eu não poderia ficar parada diante de tudo que aconteceu. Pedi muito a Deus que me ajudasse nessa decisão. E foi aí que compreendi que Mauá e eu vivíamos o mesmo momento, tínhamos sido duramente atacadas, enganadas e precisaríamos de uma oportunidade para recomeçar e resgatar nossa dignidade”, afirmou.

Marcha da Dignidade na Av. Paulista em 2004

Sobre as dificuldades jurídicas para concorrer, Vanessa explica: “A diferença é de apenas 3 dias, já que o primeiro turno de 2012 ocorreu no dia 7 e neste ano ocorrerá no dia 4 de outubro, caso as eleições não sejam adiadas para novembro ou dezembro.” A ex-deputada perdeu seu mandato e ficou distante das urnas por 6 anos, acusada de confeccionar um panfleto difamatório nas eleições de 2012 contra o prefeito eleito Donisete Braga, mas, em 2019, obteve vitória na justiça, sendo completamente inocentada da acusação criminal. “Agradeci muito à Deus por isso. É muito difícil conviver com uma injustiça durante anos e isso fez muito mal para mim e para milhares de pessoas que contavam com meu trabalho e acreditavam na minha inocência”, desabafou Vanessa.

Vistoria das Obras da Jacú Pêssego em Mauá há 10 anos.

Caso as eleições não sejam adiadas, Vanessa concorrerá à cadeira majoritária sob liminar. Segundo o advogado do MDB, Dr. Ricardo Porto, Vanessa Damo tem condições jurídicas para ser candidata, tendo em vista que o prazo da inelegibilidade a ela imposta se encerrará antes da diplomação dos eleitos.

CPI de combate à pedofilia no Estado de São Paulo em 2010.
Inauguração do Poupatempo em Mauá, em 2016. A concretização da luta da deputada junto ao Governo do Estado de SP.

A ex-parlamentar está longe dos holofotes desde 2017, quando decidiu dedicar-se às filhas após um divórcio turbulento: “Quando desmoronou minha vida pública, a minha vida pessoal ficou exposta e só aí enxerguei o quão tóxico era o relacionamento em que eu estava. No momento em que eu mais precisei de apoio, em que a vida havia me quebrado, conheci a pior face do ser humano. Tive que lutar por minha dignidade e por minhas filhas. Tive que sobreviver e superar. O sofrimento me fez mais forte. Me fez enxergar as lições por trás das dificuldades”, diz.

Inauguração do Novo Senai em Mauá, em 2015, fruto da luta com Paulo Skaf.

A ex-parlamentar, no entanto, teve uma passagem rápida na secretaria de Relações Institucionais de Mauá e chegou a ser nomeada secretária de Governo na gestão de Alaide Damo (MDB), mas pediu demissão por conta de decisão judicial que a impedia de ocupar cargos públicos.“Nesse período em que estive afastada da vida pública me dediquei à maternidade, amadureci e vi como a política mudou. Hoje, as mídias sociais aproximam a população de seus representantes e tornam o povo mais ativo para cobrar melhorias. E isso é fantástico! Novos tempos exigem uma nova forma de fazer política e eu me sinto pronta para recomeçar”.

Momento maternidade | Vanessa com as filhas, Eduarda e Rubia.