Memórias de Mauá, com Professor William Puntschart

Celcina Pereira Fernandes foi um das primeiras vereadoras que Mauá teve e ainda é uma grande referência da cidade e da emancipação política feminina. Ainda jovem começa atuar na Igreja Católica, como catequista nas Legiões de Maria, Celcina vive sua primeira experiência política ao integrar o movimento pela emancipação político-administrativa do então distrito de Jales.Casada desde 1958, passa a residir em Mauá, no Parque das Américas, após o marido obter emprego de ferramenteiro na Volkswagen.

Ao atuar como ministra da palavra de Deus, Celcina percebe a necessidade de ocupar outras instâncias da vida social e política. Com tais perspectivas, ingressa na Associação das Donas de Casa, criada no Parque das Américas em 1971, na qual já atuavam Diva Alves, Esmeraldina Francisca e Ana Augusta, ou Ana da Terra, entre outras.

A Associação das Donas de Casa consegue a instalação do primeiro posto de saúde no bairro. Também obtém a canalização do esgoto das principais ruas com o devido asfaltamento. Além de tudo isto, outra importante conquista foi a edificação da Estação do Guapituba, com a qual se rompeu o triste ciclo de mortes causadas pela travessia da extinta parada 48.Celcina e outras lideranças locais participam ativamente da criação do Partido dos Trabalhadores na cidade. Celcina tornou-se vereadora em 1982 com 884 votos. De sua atuação, destaca a que declarou de utilidade pública a Associação de Promoção Social e Educação Popular.

Celcina morreu em 2016 e se dizia realizada por demonstrar a necessidade da participação da mulher na vida política da cidade.