Minhoca elogia vagas para autistas em São Bernardo e pede moção de aplausos

Vereador andreense afirma que projeto, pioneiro no ABC, abre caminho para que outras cidades também implantem sistema

Paula Cabrera

O vereador e líder de governo de Santo André, Professor Jobert Minhoca (PSDB) propôs uma moção de aplausos ao prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB) e a administração da cidade por implantar vagas exclusivas de estacionamento para pessoas com transtorno do espectro autista em quatro pontos da cidade sãobernardense. A ação, pioneira no ABC, é resultado de esforço da Prefeitura para promover a inclusão da população com autismo no município.

“A ação é inédita na região e reconhece a necessidade dessas vagas demarcadas exclusivamente em prol das pessoas com transtorno do espectro autista e, além de revelar um compromisso e dedicação ao próximo, denota um caráter humanitário que vai além da política, servindo de exemplo aos demais mandatários da região”, afirma o vereador no documento em que pede aplausos ao gestor de São Bernardo.
Inicialmente, as vagas exclusivas foram destacadas em quatro pontos estratégicos da cidade, próximos a equipamentos que atendem pacientes autistas. São eles: Centro de Especialização em Reabilitação (CER), na Rua Warner, 300, bairro Anchieta; Centro Municipal de Equoterapia, na Avenida Wallace Simonsen, 1.750, bairro Nova Petrópolis; Centro de Tratamento Bezerra de Menezes, na Rua Batuíra, 400, bairro Assunção; e Arte Psico, na Rua Paulo Di Favari, 716, Vila Caminho do Mar.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) classifica o transtorno do espectro autista (TEA) como uma série de condições caracterizadas por algum grau de comprometimento no comportamento social, na comunicação e na linguagem, e por uma gama estreita de interesses e atividades que são únicas para o indivíduo e realizadas de forma repetitiva. Estima-se que há 70 milhões de pessoas com autismo em todo o mundo, sendo 2 milhões somente no Brasil.