MAUÁ: Pastor Valdeci confirma que apoiará decisões do governo Marcelo

Campeão de votos nessa eleição, vereador esteve com prefeito eleito nesta terça-feira

Por Paula Cabrera

Homem de fé, que dedicou sua vida à igreja e à comunidade, o vereador eleito, Pastor Valdeci Santos (Republicanos), afirma que estará ao lado de Marcelo Oliveira (PT) para garantir melhorias para o povo de Mauá.
“É um novo governo. Terá meu apoio porque, nas conversas que tivemos, percebi uma grande preocupação em melhorar a vida das pessoas. Estarei na Câmara para cumprir meu papel de ajudar minha comunidade, nossa cidade, e qualquer projeto da administração que garanta isso, terá sim meu apoio”, diz ele.
Nesta terça-feira (15/12), o novo vereador participou de um novo encontro ao lado do prefeito eleito. Nos bastidores, a informação é de que o petista teria solicitado o voto do Pastor para que Chiquinho do Zaíra (Avante) seja eleito presidente da Câmara. As articulações seguem à todo vapor para garantir um nome que seja apoio concreto a Marcelo no Legislativo.

Esse será o primeiro mandato do pastor, que é responsável pelos cultos na igreja universal da Barão de Mauá, 388, e que pretende continuar com os cultos e atendimentos aos fiéis, mesmo com o mandato. “Posso ser instrumento de auxílio. Ouvir as demandas dos fiéis e tentar melhorar a cidade com base nos pedidos da comunidade”, afirma ele, que a cada culto recebe cerca de 400 pessoas.
O pastor diz ainda que já se articula com os deputados do partido para tentar trazer emendas para Mauá, principalmente para os projetos de Saúde. “Já estamos articulando para conseguir essas emendas. Falei sobre isso também com o Marcelo. Nossa intenção é exatamente estreitar relações com o Executivo para fazer a cidade andar mais rápido”, diz.

Desarticulação

O PT tem corrido por fora para tentar garantir a vitória de um candidato governista à presidência da Câmara. Com apenas dois vereadores eleitos e uma frente de 13 vereadores para apoiar o nome de Zé da Nova Era (PL), o partido optou por apoiar Chiquinho do Zaíra (Avante) para o cargo. Respeitado entre os veteranos, Chiquinho teria o apoio de 11 nomes dentro Casa. Já, Zé teria 12 votos. Ricardinho, que antes apoiaria o bloco hegemônico dos novos vereadores, teria fechado com o PT na semana passada. A informação é de que as conversas com todos os vereadores do bloco seguem firmes, principalmente na tentativa de virar mais um nome à favor de Chiquinho.