Mauá vacina pessoas com comorbidades a partir de 45 anos nesta sexta

Indivíduos com idade entre 45 e 49 anos serão imunizados a partir desta sexta-feira (21/05)

Mauá inicia nesta sexta-feira (21/05) uma nova fase da imunização com a primeira dose da vacina contra o coronavírus a pessoas com comorbidades (veja o link //tinyurl.com/lista-comorbidades) e deficiência permanente (BPC), a qual inclui limitação motora que cause grande dificuldade ou capacidade para andar ou subir escadas; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir ou de enxergar e pessoas com alguma deficiência intelectual que limite as atividades habituais, como trabalhar. Serão imunizadas as pessoas com idade entre 45 e 49 anos.

O município recebeu na quinta (20/05) lote de vacinas para atender a este grupo. A imunização ocorrerá nas 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade, de segunda a sexta, das 9h às 16h. As unidades Magini, Flórida e Zaíra 2 terão o horário estendido até as 20h nesta sexta e na segunda-feria (24/05). O Ginásio Poliesportivo Celso Daniel será o único a vacinar no sistema drive-thru, mas, funcionará apenas nos dois primeiros dias – sexta e segunda, das 9h às 12h. A entrada é pela Rua Vitorino Dell’Antonia, no estacionamento da Prefeitura.

Os grupos prioritários seguem os critérios estabelecidos pelos governos federal (Ministério da Saúde) e estadual (Secretaria da Saúde).

Para agilizar o atendimento no posto de vacinação é importante fazer o cadastro no site vacinaja.sp.gov.br. Também é preciso apresentar CPF, Cartão SUS, comprovante de endereço (somente podem ser vacinados os residentes em Mauá) e original e cópia (que ficará retida no local da vacinação) do receituário ou relatório médico, com até um ano de validade, com a descrição da comorbidade ou deficiência.

No caso de pessoas com deficiência é fundamental a comprovação do recebimento do BPC (Benefício de Prestação Continuada) da LOAS (Lei Orgânica da Assistência Social). No caso de pacientes em acompanhamento nas UBSs poderá ser analisado o próprio registro da unidade para a liberação das doses.

Com o lançamento da campanha ‘Mauá na luta contra a fome’, qualquer pessoa pode fazer a doação de um alimento não-perecível da cesta básica. Se puder, faça a doação após ser vacinado. Não é obrigatório, mas ajudará muito a quem não tem o mínimo para colocar na mesa.

A Prefeitura de Mauá reforça o pedido às pessoas ficarem em casa na medida do possível. Caso realmente precisem sair, cuidem-se. Usem corretamente a máscara, mantenham a higiene das mãos e o distanciamento social. Evitem aglomerações.