Donisete Braga quer participação do povo em programa de governo

Pré-candidato lança Plano Municipal de Desenvolvimento para discutir políticas públicas para Mauá

O ex-prefeito e pré-candidato à Prefeitura de Mauá, Donisete Braga (PDT), lançou nesta semana um plano municipal de desenvolvimento. A ideia é receber da população direcionamentos para montar um programa de governo que possa atender aos pedidos dos munícipes. “Estamos vivendo um momento difícil, seja pela crise sanitária ou pela falta de um governo sério em Mauá.

Diante disso, criei uma plataforma para que todos participem e contribuam na construção do nosso Plano Municipal de Desenvolvimento. Quero ouvir quais são os pontos críticos e o que pode melhorar na nossa cidade. A minha maior preocupação é construir um plano que englobe toda a nossa população, para que juntos façamos com que Mauá volte a sorrir”, diz ele. Para participar, basta acessar o endereço www.donisetebraga.com.br/mauaqueeuquero e preencher o questionário. Com quase 25 anos de vida pública, Donisete reforça que educação, saúde e infraestrutura são os principais pilares de seu plano de governo.

Ácido nas críticas à atual administração municipal, ele pontua que muitos dos projetos entregues pelo atual prefeito foram conquistas de sua administração. “Reformamos 16 UBSs e conquistamos verbas para a reforma do PS (Pronto Socorro do Nardini), deixamos o atual FIEC – Fábrica Integra de Educação e Cultura no Parque das Américas, com previsão de inauguração em julho de 2017, as creches do Parque das Américas, do Campo Limpo e do Araguaia, além de projetos de moradia popular, como o condomínio Altos de Mauá, no Jardim Feital, que fizemos tudo, mas uma questão burocrática atrasou alvarás e foi entregue pela atual gestão. Governo com seriedade, pensando na população, sempre preocupado com o equilíbrio econômico e financeiro de Mauá”, afirma Braga.

Conhecido nos bastidores por sua boa relação com diferentes partidos, Donisete conhece bem a importância de manter um bom diálogo com lideranças, partidos e, principalmente, com a população, principal ponto para formar seu plano de governo. “Durante o mandato de prefeito, sempre que podia, pegava o transporte público bem cedinho para ver como estava e conversar com esse pai e essa mãe de família que depende disso diariamente”, diz ele que aponta que seu governo foi fundamental para tirar o contrato dos ônibus municipais do regime de urgência. Foi no governo de Donisete que aconteceu a licitação pública para o transporte público de Mauá. “Se hoje a frota de Mauá é uma das mais novas do país, aconteceu porque eu tive a coragem de elaborar um edital e fazer a concorrência pública. Mesmo assim fui atacado. Foi na minha gestão que mais de 27 mil estudantes passaram a ter direito ao passe gratuito. Tenho a consciência tranquila de ter feito o melhor pela população”, destaca Donisete.

Donisete Braga relembra conquistas na educação e saneamento básico.

Com visão como poucos prefeitos ainda tinham sobre as PPP – Parceria Público- Privada, Donisete saiu na frente na região do ABC ao entregar a iluminação pública e votar a permissão para a entrega do serviço de água em Mauá. “Faço políticas públicas com responsabilidade. Para muitos a canalização do esgoto, feita por baixo do asfalto, não garante voto, mas eu sei que é uma questão de saúde pública. Por isso entregamos a estação de tratamento de esgoto em Mauá, referência em todo Brasil, e confirmamos a PPP da iluminação pública e da água. Também entregamos algumas áreas públicas ao capital privado em troca de contrapartidas, como o CEU das Artes do Parque das Américas (hoje FIEC) e o Parque da Juventude, no Paço”, conta.

Vereador por dois mandatos e deputado por três, Donisete foi responsável no Grande ABC por aproximar Estado e Governo Federal da região e conquistar projetos como a lei que proibiu a cobrança de diploma nas universidades. Como prefeito de Mauá entre 2013 e 2016, reformou 29 das 42 escolas municipais, criou 3.000 vagas em creches, conquistou 4 ônibus adaptados para atender mais de 700 alunos com deficiência ou mobilidade reduzida e permitiu a expansão do Pólo Petroquímico e do Sertãozinho na região, entre outras conquistas.