SBC promove campanha Setembro do Coração

Ação visa conscientizar a população sobre a prevenção às doenças cardiovasculares e a importância de cuidar do coração

 Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) inicia hoje (1/9) a campanha Setembro do Coração, um mês inteiro dedicado a levar informações sobre a prevenção e o combate às doenças cardiovasculares bem como a importância de cuidar do coração.

A ação será veiculada em mídia digital, por meio das redes sociais da SBC, e vai difundir informações durante setembro – escolhido para ser o mês dedicado aos cuidados com o coração – para ajudar a população a cuidar da saúde deste órgão vital ao corpo humano, ter hábitos saudáveis e fazer o acompanhamento cardiológico, principalmente os portadores de doenças cardiovasculares, enfermidades que mais causam óbitos no país e no mundo.

“Meio bilhão de pessoas no mundo e 14 milhões no Brasil são acometidas por doenças cardiovasculares. O problema é grave porque essas doenças são responsáveis por mais de 30% das mortes no país. São mais de 380 mil óbitos todos os anos no Brasil, cerca de mil mortes por dia. Esses números expressivos preocupam, sobretudo diante de doenças que poderiam ser prevenidas e tratadas. É um assunto de absoluta relevância, um problema de saúde pública”, alerta Marcelo Queiroga, presidente da SBC.

O país registra uma morte a cada 40 segundos devido às doenças cardiovasculares, que causam o dobro de óbitos causados por todos os tipos de câncer juntos, duas vezes mais que todas as causas externas (acidentes e violência), três vezes mais que as doenças respiratórias e seis vezes mais que todas as infecções – incluindo a aids.

Nesse contexto, o alerta, a prevenção e o tratamento adequados e o acompanhamento médico podem reverter essa grave situação.

Excepcionalmente neste momento, a pandemia de Covid-19 é o principal problema de saúde pública no Brasil. E alguns cuidados extras se tornaram indispensáveis para viver mais e melhor, principalmente aqueles que sofrem de doenças cardiovasculares. Dados do Ministério da Saúde informam que a cardiopatia é a comorbidade mais associada com a mortes em decorrência da Covid-19, mais um motivo para os portadores dessas enfermidades não negligenciarem a rotina de cuidados à saúde.

A campanha da SBC, com posts diários e lives com especialistas da instituição, trará dicas e orientações sobre atividade física, alimentação saudável, cuidados gerais com a saúde do coração, bem como informações relevantes sobre prevenção e combate às doenças cardiovasculares.

“A maioria das mortes por essas enfermidades poderia ser evitada com medidas simples, por isso é tão importante consultar o cardiologista, fazer um checkup, para a prevenção e manutenção da saúde do coração e ficar fora dessas estatísticas”, explica Queiroga, lembrando que, se forem controlados os fatores de riscos, como hipertensão, colesterol, diabetes, sedentarismo, obesidade e tabagismo, além de se tomar a medicação corretamente, quem sofre de doenças cardiovasculares vive melhor.

A SBC convida a população a participar dessa jornada de aprendizado e conscientização divulgando e compartilhando o conteúdo da campanha usando a tag #EuCuidoDoMeuCoração, como incentivo ao movimento de cuidar do coração para ter uma vida longa e de qualidade.

SOBRE A SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA

Fundada em 14 de agosto de 1943, na cidade de São Paulo, por um grupo de médicos destacados liderados por Dante Pazzanese, o primeiro presidente, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), tem atualmente um quadro de mais de 13.000 sócios e é a maior sociedade de cardiologia latino-americana, e a terceira maior sociedade do mundo.