ABC receberá R$ 7 milhões do governo federal para leitos de UTI Covid

Portaria publicada nesta sexta-feira confirma repasses para Santo André, São Bernardo e São Caetano

Paula Cabrera

O ABC deve receber quase R$ 7 milhões para ampliar os esforços no combate ao coronavírus na região. O valor sairá do Ministério da Saúde e foi confirmado nesta sexta-feira (12/3) por meio do Diário Oficial da União. A verba total prevista é de
R$ 6.816.912 milhões e será dividida para as cidades de São Caetano, São Bernardo e Santo André. Ribeirão Pires e Mauá, que pleitearam recursos diretamente com o governo federal, não foram incluídas nesse repasse.
O valor deverá ser repassado, mensalmente, por meio do Fundo Nacional de Saúde, para suprir vagas de UTI nos três municípios. Os valores permitem a utilização diretamente em equipamentos listados na portaria dessa sexta-feira. O CHM (Centro Hospitalar Municipal) de Santo André conquistou R$ 1,536 milhão. Em São Caetano, a verba de R$ 1,920 milhão será destinada para o Complexo Municipal de Saúde e, São Bernardo, recebe recursos para dois locais: o Hospital de Urgência, que terá R$ 3,360 milhões, e o Hospital Anchieta, com repasse de R$ 912 mil, totalizando verba de R$ 4,272 milhões para o município.
Os recursos devem ser usados para manter leitos já abertos nas cidades, já que o governo federal tinha paralisado o pagamento no início deste ano – o que motivou ação do governo estadual contra à União, que acabou em decisão favorável no final do mês passado. A portaria define ainda que os pagamentos serão retroativos à fevereiro deste ano.
No total, o Ministério da Saúde confirmou R$ 188 milhões para todo o país.