Escolas Municipais de Ribeirão ampliam atividades presenciais


A partir desta semana, rede passa a atender alunos com mais de dois anos e aumenta de três para quatro dias as aulas do Infantil ao Fundamental I

Da Redação

Nesta segunda-feira, dia 20, as escolas municipais de Ribeirão Pires iniciaram a ampliação da retomada gradativa e segura das atividades presenciais. Seguindo os protocolos de prevenção ao coronavírus, as unidades de ensino passam a receber alunos com idade acima dos dois anos (berçário II) e aumentaram de três para quatro dias da semana as aulas para estudantes do Infantil ao Fundamental I.

“O primeiro dia de ampliação das aulas presenciais foi tranquilo. Observamos o empenho dos profissionais e das unidades em acolher, em ambiente seguro, os estudantes, especialmente as turmas do berçário 2. Muitas dessas crianças estão indo pela primeira vez à escola. Agradecemos a todos pela dedicação”, avaliou a secretária de Educação de Ribeirão Pires, Rosi Ribeiro de Marco.

A partir dessa semana, estudantes do Infantil ao Fundamental I terão atividades presenciais de segunda a quinta-feira. As sextas-feiras serão destinadas, exclusivamente, às atividades remotas. Os alunos do Fundamental II (5° ao 9° ano) têm mantidas as atividades nas escolas de segunda a sexta-feira.

O ensino presencial permanece não sendo obrigatório neste momento e a programação do ensino remoto, pela plataforma Educ@ Ribeirão, também segue disponível aos estudantes. Para garantir o distanciamento social nos espaços internos, cada unidade adotou Plano de Ampliação da Retomada específico. Para algumas turmas, foi mantido o revezamento entre alunos.

A ampliação do retorno gradativo ao ensino presencial acontece após a aplicação da segunda dose da vacina contra o coronavírus em todos os profissionais da Educação que atuam na cidade.

Pesquisa sobre a retomada – Entre os dias 27 e 29 de setembro, a Secretaria de Educação aplicará novo questionário junto aos pais ou responsável pelos alunos para avaliar pontos como a segurança em relação ao ensino presencial. A partir do resultado da pesquisa, e também considerando o controle da pandemia no município, em avaliação junto à Secretaria de Saúde, a equipe gestora da Educação traçará novas diretrizes da retomada que poderão ser aplicadas a partir de outubro.