Alongamento de cílios provoca problemas em ressonâncias

Uma fotografia circula entre as redes sociais de radiologistas mostrando um cílio destruído e a pele da pálpebra machucada. Os médicos afirmam que o material usado em alongamento de cílios (extensão fio a fio) pode causar um efeito de “metal no micro-ondas” durante o exame de ressonância magnética.

Rafael Santiago, radiologista do Delboni Auriemo e representante médico do Núcleo de Segurança do Paciente da Dasa, afirma que recentemente os laboratórios passaram a perguntar se as pacientes têm cílios alongados antes de marcar o exame.

Santiago disse que o equipamento de ressonância magnética é, de forma simplificada, um micro-ondas. Por isso, qualquer metal pode comprometer a segurança.

Os laboratórios proíbem o procedimento em pacientes com cílios com imã. Ele/Ela precisa retirar antes de entrar no equipamento. Caso tenha o tipo com cola ou alongamento, a pessoa é avisada sobre o risco de esquentar e é orientada a apertar um botão se ocorrer desconforto.