Ribeirão quer imunizar profissionais da educação em 1a fase da vacinação

Prefeitura enviou pedido para comprar 30 mil doses extrar para garantir que escolas possam voltar o mais rápido possível

Das agências

A Prefeitura de Ribeirão Pires confirmou nesta segunda-feira (11/1) que enviou pedido ao Instituto Butantan para reserva de 30 mil doses da Coronavac. Segundo o documento, objetivo é garantir a a inclusão dos profissionais da educação na população prioritária que receberá o imunizante nesta primeira fase de vacinação.
“Nós queremos garantir que Ribeirão Pires tenha uma imunização estratégica, por isso, acreditamos na necessidade de adquirir junto ao Instituto Butantan doses adicionais da Coronavac, além do previsto para o município, para incluirmos os profissionais de educação e assim, garantirmos uma volta as aulas com segurança”, afirmou o prefeito Clóvis Volpi (PL).
A intenção é que funcionários das redes municipal, estadual e privada sejam imunizados com a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech, em parceria com o instituto de pesquisa paulista.
Na semana passada, a Prefeitura de São Caetano assinou protocolo de intenção de compra de 180 mil doses da Coronavac. Segundo o prefeito Tite Campanella (Cidadania), o grupo prioritário será vacinado com as 86 mil doses que devem ser enviadas pelo governo do Estado, enquanto as doses adicionais serão suficientes para imunizar o restante da população acima de 18 anos. Previsão é que a compra custe R$ 10 milhões.