Morre de covid-19 Marcelo Veiga, treinador do São Bernardo FC

Treinador de 56 anos era ídolo no Bragantino, clube que dirigiu diversas vezes e conquistou campeonatos

Das agências

O ex-jogador e treinador de futebol do São Bernardo, Marcelo Veiga morreu nesta segunda-feira (14/12), aos 56 anos, vítima de complicações da Covid-19. Veiga tinha uma história antiga com o Bragantino, clube do interior de São Paulo que dirigiu sete vezes na carreira, a última entre 2018 e 2019.
No comando do time de Bragança Paulista, hoje rebatizado como Red Bull Bragantino, ele foi campeão da terceira divisão do campeonato brasileiro em 2007. Segundo o RB Bragantino, Veiga dirigiu o clube em 516 partidas, sendo o técnico que mais comandou o time.
Como jogador, o ex-lateral-esquerdo teve passagens por Santo André, Santos, Internacional, Goiás, Bahia, Fortaleza e outros clubes pelo Brasil entre 1982 e 1999. Logo após encerrar a carreira assumiu o comando da Matonense e iniciou na função em diversos clubes do interior paulista. Passou pelo São Caetano em 2013 e nesse ano assumiu o São Bernardo FC, levando o clube até a semifinal da Série A2 do Paulistão.
O treinador ficou cerca de um mês internado na UTI da Santa Casa de Bragança Paulista, segundo o Guarani, por onde ele também passou.