Mauá quer reabertura das escolas particulares no dia 15

Decreto da Prefeitura determina retomada de aulas em colégios a partir da próxima quinta-feira, respeitando o limite de 35% dos alunos

Paula Cabrera

O prefeito de Mauá, Marcelo Oliveira (PT), publicou decreto em que confirma o retorno das aulas presenciais em escolas particulares, de ensino técnico e profissionalizante e universidades da cidade. A medida deve permitir a reabertura das escolas a partir do dia 15 de abril, respeitando, incialmente, o limite de 35% dos alunos, por dia conforme preconiza a fase emergencial e vermelha do Plano São Paulo. Escolas estaduais e municipais tem retorno previsto para 3 de maio.
A previsão é de que a cidade comece a vacinação dos profissionais da saúde no dia 12 de abril. Serão beneficiados profissionais a partir de 47 anos que trabalhem tanto es escolas públicas quanto particulares no ensino regular. A Prefeitura não divulgou o número de pessoas que seriam beneficiadas na cidade neste primeiro momento.
A cidade tem se empenhado em aumentar testagem de profissionais, principalmente da educação básica e pública. No mês passado, mais de 1.200 profissionais da Educação estadual do município fizeram testes rápidos promovidos pela Prefeitura, segundo a administração, 107 desses receberam diagnóstico positivos no período. O maior número de casos foi identificado no eixo do Feital, que passou a receber maior acompanhamento municipal com realização de testes na região. Já na rede particular seriam oito casos no período em escolas famosas da cidade, com casos também de alunos que teriam testado positivo. Vale ressaltar, no entanto, que o governo do Estado tem colocado a educação como serviço essencial e não paralisou aulas, mesmo durante a fase vermelha. A orientação é de que os responsáveis possam decidir se preferem mandar os alunos ao colégio, caso preferiram manter aulas à distância, deve haver a opção.
Neste período, os 22 mil alunos da rede municipal seguem recebendo o cartão merenda no valor de R$ 80.