Doria vence prévias do PSDB

Governador de SP deverá ser o candidato dos tucanos à presidência da República em 2022; ele teve 53% do total de votos

Das agências

O PSDB confirmou o nome do governador de São Paulo, João Doria, como candidato do PSDB para concorrer à Presidência da República nas eleições de 2022. Doria conseguiu 53,99% de aproximadamente 30 mil votos, superando Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, com 44,66% e Arthur Virgílio, ex-prefeito de Manaus, com 1,35% após intensa e tumultuada disputa interna.
A votação, que foi aberta novamente neste sábado (27/11) por meio de um novo aplicativo, acontece após um provável ataque hacker que o partido foi alvo no último domingo (21/11), quando as prévias foram suspensas depois de erros no primeiro sistema utilizado pela sigla.
Foram registradas ao menos 26 mil tentativas externas de acesso à aplicação das prévias. Segundo o levantamento divulgado pela legenda, todos os ataques foram realizados fora do Brasil, fazendo com que fosse bloqueado o registro de votos dos filiados que estão no exterior.
A disputa do PSDB acirrou o clima da política regional, já que Paulo Serra, prefeito de Santo André, coordenou a campanha de Eduardo Leite, enquanto Orlando Morando, prefeito de São Bernardo, ficou a cargo da campanha de Doria. A região se dividiu na escolha. Em Mauá, parte dos filiados, como o vereador Eugênio Rufino, apoiou Leite, mesmo aconteceu em Ribeirão Pires, onde o ex-prefeito Adler Kiko Teixeira perdeu prestígio e parece não ter apoio dentro da sigla, presidida pela esposa. Santo André votou em peso conforme determinação de Serra. Já Rio Grande, São Caetano e São Bernardo apoiaram decisão de Morando em benefício de Doria.
A decisão apertads mantém um racha tácito no partido. Boa parte do tucanato acredita que Doria não teria perfil conciliador o suficiente para vir como terceira via nas eleições do ano que vem.